• PT
  • EN
  • ES

Gerenciamento e Workflow

Durante muitos anos o SDI foi usado para transportar sinal de vídeo broadcast descomprimido, incluindo áudio e dados embedded com baixíssima latência, na infraestrutura das emissoras de TV. Porém chegamos a um ponto de inflexão onde vamos acompanhar o declínio desta tecnologia e a ascensão do padrão IP para transporte destes sinais.
Nos últimos dois anos, a indústria de broadcast mostrou ser possível a transição do SDI para o IP com os mesmos benefícios que fizeram o SDI o padrão no meio. Através de ações individuais de alguns e da união dos fabricantes na busca de um padrão aberto (AIMS) , podemos agora ter uma noção muito boa de como o workflow de um sistema broadcast será transformado utilizando os padrões SMPTE ST 2260-6, VSF TR-03 e TR-04 (sendo estes dois últimos consolidados como o futuro SMPTE ST 2110).
Neste painel mostraremos as soluções oferecidas pela indústria de broadcast neste sentido, utilizando esta padronização, e onde já foi possível observar os ganhos desta evolução. Será apresentado o case da Central Técnica da Rede Globo em Recife, totalmente em IP.