• PT
  • EN

A 4ª Revolução Industrial e a Transformação Digital

A indústria 4.0 está ai. É uma revolução em curso provocada pela confluência de diversas tecnologias que estão mudando o mundo, de novos modelos de negócio à maneira de como vivemos em sociedade. O impacto provocado será muito maior do que os ocorridos nas revoluções industriais anteriores. Sua extensão dado o tamanho e sobretudo à velocidade das mudanças é algo nunca testemunhado pela espécie humana. E se toda mudança apresenta riscos e oportunidades, nesta estes aspectos estão mais presentes. Como podemos aproveitar as oportunidades, como prevenir os riscos? Estamos organizados para tal? O que podemos esperar nos próximos anos?

Moderador: Luciano Possani, diretor de Inovação da Globosat

Luciano Possani é engenheiro eletrônico pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, com MBA pela Faculdade de Economia e Administração também da USP e especialização na Stanford Graduate School of Business. Tem atuado como executivo nas áreas de tecnologia e inovação em empresas de serviços, mídia e educação por mais de 20 anos. Atualmente ocupa a posição de diretor de Inovação da Globosat.

fotodani_congressoSET

Co-Moderadora: Daniela Souza, diretora de Marketing da SET e SVP da AD Digital

Daniela Souza is the founder of the company AD Digital and has been in the Media and Entertainment market since 1994. Nowadays, she is a guest speaker at major events related to the creation, management, and distribution of content to share her vision on the market and future trends for the industry. For more than 10 years she has been a member of the board of SET and currently, she is the Marketing Director of SET.

Palestrante: Fábio Souza, Video Business Evangelist, Cisco Systems

Fábio Souza é executivo de tecnologia que iniciou sua carreira como empresário, passando para serviços de consultoria e, mais recentemente, ocupando diversos cargos voltados ao mercado de provedores de serviços, incluindo o Grupo DirecTV, a NET Brasil (parte da América Movil) e a GVT (adquirida pela Telefônica). Na Cisco desde julho de 2015, Fábio faz parte da equipe de transformação do Video Business, gerenciando o mercado de processamento de vídeo, tendências de consumo, parcerias de tecnologia para provedores de serviços e conteúdo.
Raimundo Lima_Diretor de Operações do SBT_ (21)

Palestrante: Raimundo Lima, diretor da Área Editoral da SET e diretor de Tecnologia e Operações do SBT

Com mais de 35 anos de atividades na televisão brasileira, passou pelos Diários Associados, TV Manchete, TV Globo (GINY), TV Band, TV Cultura/SP e Esporte Interativo. Durante esse período, ocupou diversos cargos nos departamentos de Jornalismo, Esportes, Dramaturgia e Entretenimento das emissoras por onde trabalhou. Com uma formação ampla, passou pela Universidade de Brasília, PUC-SP e Universidade Federal Fluminense, entre outras instituições. Atualmente, ocupa o cargo de diretor de Tecnologia e Operações do SBT.

O vídeo digital e os novos comportamentos do consumidor

Como as novas tecnologias impactam e criam novos comportamentos no consumidor final de vídeo e entretenimento? Esta palestra analisará tendências, oportunidades e desafios de lidar com uma audiência fragmentada em múltiplas plataformas.

Palestrante: Mike Chapman, M&E Global Strategy Lead, Accenture

Diretor / Sócio-Gerente da Accenture Strategy, alinhado ao grupo da indústria de Comunicações, Mídia e Tecnologia, com foco em consultoria de estratégia. Líder global em práticas de consultoria em estratégia de mídia e entretenimento e estratégia de vídeo.

Consultor experiente especializado em estratégia e crescimento corporativo, estratégia operacional e consultoria de gestão nos setores de Mídia e Entretenimento, TV a Cabo, Telecomunicações, Wireless, Tecnologia e Eletrônicos de Consumo e para organizações sem fins lucrativos.

Entre os clientes estão conglomerados globais de mídia e entretenimento, programadores de TV e emissoras, estúdios de cinema e empresas de software, OTT e serviços digitais, importantes provedores de TV a cabo, grandes empresas de telecomunicações e provedores de serviços sem fio, OEMs de alta tecnologia e consumidores dos EUA. Varejistas de eletrônicos, ligas nacionais de esportes e entidades sem fins lucrativos dos EUA.